facebook_pixel

Hemorroidas: o que são, sintomas, além de 10 tratamentos caseiros

Falar sobre hemorroidas nem sempre é fácil. Além de ser um assunto delicado, poucas pessoas realmente conhecem as causas e tratamentos dessa doença.

No entanto, falar sobre isso é muito importante, pois pode ajudar as pessoas a entenderem melhor sobre o tema.

No artigo de hoje, você vai descobrir o que é hemorroida, quais os tipos de hemorroidas, suas principais causas. Além de aprender um pouco mais sobre os tratamentos recomendados e naturais.

 

Hemorroidas: o que são?

A parte inferior do nosso sistema digestivo termina no canal anal, ou seja, no ânus. Ao redor da região do ânus existem veias que se dilatam e contraem durante o movimento do intestino.

Esse conjunto de veias é chamado de hemorroidas. As veias hemorroidárias não possuem as válvulas venosas direcionais que as outras veias do corpo possuem.

Ou seja, o aumento de pressão nessa região causa a concentração de sangue, que pode levar à inflamação. Esse aumento de pressão geralmente é causado por esforço ao evacuar, o que por sua vez, pode ter várias causas.

A inflamação dessas veias é chamada de doença hemorroidária, ou somente hemorroidas, como as próprias veias. Essa inflamação pode ocorrer externamente ou internamente.

 

Hemorroidas: principais causas

É difícil determinar a causa exata da inflamação das hemorroidas, mas alguns fatores de risco são observados, como:

  • Alimentação pobre em fibras
  • Postura ruim
  • Intestino preso
  • Fezes endurecidas
  • Obesidade
  • Gravidez
  • Sedentarismo
  • Histórico familiar
  • Fumo
  • Hipertensão
  • Infecções anais

No entanto, a maioria desses fatores de risco e sintomas têm algo em comum. Estão relacionados com o esforço ao evacuar e aumento da pressão nas veias do canal anal.

 

Como identificar hemorroidas?

Sangramento ao evacuar é o principal sinal de que você pode ter desenvolvido hemorroidas. Dor ao evacuar também é um sinal que deve ser levado em consideração.

As hemorroidas externas são mais simples de identificar, sendo necessário apenas um exame físico realizado pelo médico.

Já as hemorroidas internas exigem exame de toque ou mesmo exame endoscópico do ânus.

 

Quais os tipos de hemorroidas?

 

As hemorroidas podem se manifestar internamente ou externamente.

  • Hemorroidas externas

São de fácil identificação, pois ocorrem na parte de dentro da borda do ânus. Quando sofrem grande pressão, as hemorroidas externas são liberadas para fora do canal anal. São parecidas com varizes ou pequenas bolas de sangue.

  • Hemorroidas internas

Ocorrem dentro do canal anal, acima do esfíncter anal. As hemorroidas internas têm quatro graus de intensidade, sendo eles:

  1. Não móvel, ou seja, não se desloca ao longo do canal anal.
  2. Móvel, ou seja, quando se desloca ao longo do canal anal durante evacuação, retornando à posição inicial sem ajuda externa.
  3. Móvel e visível, só retorna à posição inicial dentro do canal anal com ajuda externa.
  4. Móvel e visível, se desloca para fora do canal anal e não retorna à posição anterior com ajuda externa.

 

Hemorroidas na gravidez

Hemorroidas na gravidez-tratar

A gravidez é um momento mágico para muitas mulheres, mas alguns problemas podem acompanhar esse momento. Entre eles, as hemorroidas. O aumento do útero exerce pressão sobre as partes inferiores do sistema digestivo.

Dessa forma, o fluxo de sangue entrando e saindo dessa região fica comprometido. Além disso, durante a gravidez, algumas mulheres podem desenvolver quadro de prisão de ventre que afetará as veias da região do canal anal.

Esse problema costuma desaparecer três meses após o parto, sem maiores complicações.

 

Sintomas da hemorroida

Nem sempre a pessoa que desenvolve hemorroidas apresenta sintomas, principalmente, se o grau da hemorroida for baixo. No caso das hemorroidas internas, elas são imperceptíveis, salvo na ocasião que se tornam externas.

Hemorroidas externas são as que causam maior desconforto, e são as que geralmente apresentam sintomas mais claros. São sintomas da hemorroida:

  • Sangue nas fezes
  • Sangramento anal persistente, não relacionado à evacuação
  • Inchaço e aumento das veias do canal anal
  • Sensação de coceira no ânus, principalmente ao permanecer longos períodos sentado.

 

Que tipo de médico é responsável por identificar e tratar hemorroidas?

O profissional que cuida do tratamento de doenças relacionadas à parte inferior do nosso sistema digestivo é o proctologista.

O médico proctologista chega ao diagnóstico através da realização de exames. Alguns destes exames são:

  • Endoscopia do ânus, ou anuscopia
  • Proctoscopia
  • Sigmoidoscopia
  • Análise de sangue oculto nas fezes

A análise visual da região também é necessária, para identificar anormalidades e discrepâncias. Para pessoas de idade avançada, ou que apresentem doenças do sistema digestivo, uma colonoscopia pode ser solicitada.

 

Cuidados para quem tem hemorroidas

Se você suspeita ou já recebeu o diagnóstico de hemorroidas, alguns cuidados devem ser adotados:

  • Não comer alimentos picantes nem apimentados
  • Não coçar a região da hemorroida
  • Não usar papel higiênico muito abrasivo, nem coloridos ou perfumados
  • Limpar a região do canal anal com cuidado, para não romper a hemorroida
  • Não ficar sentado por muito tempo
  • Investir numa boa alimentação, rica em fibras
  • Beber pelo menos 2 litros de água por dia
  • Optar por roupas íntimas de algodão.

 

Hemorroidas tem cura!

O avanço da medicina e as descobertas de remédios naturais tornaram possível encontrar a cura para hemorroidas!

Hoje em dia existem diversos meios de curar hemorroidas, seja por tratamentos naturais, pomadas ou até mesmo cirurgias.

 

Pomadas para hemorroida

polmada contra hemorroidas hemovirtos

As hemorroidas externas mais simples, de grau 1 a 3, são tratadas através de pomadas. Algumas destas pomadas são bem conhecidas no mercado, mas não são, necessariamente, voltadas ao tratamento de hemorroidas.

Algumas das melhores pomadas para hemorroidas são:

  • Nebacetin
  • Bepantol Derma
  • Proctosan
  • Proctyl
  • Ultraproct
  • Hemovirtos

 

Como tratar hemorroidas de forma simples?

As hemorroidas mais simples são facilmente tratadas com cuidados, como, por exemplo:

  • Pomadas específicas para a região do canal anal, geralmente que atuem na redução de inchaço e dor
  • Banhos de assento com chá de camomila
  • Compressas de gelo para aliviar o inchaço
  • Remédios como varicell e daflon que também ajudam a reduzir os sintomas.

Quando o proctologista avalia que a situação é mais séria, outros tratamentos podem ser utilizados, como:

  • Coagulação infravermelha ou a laser: é um procedimento não muito invasivo, bem simples e que não leva o paciente a desenvolver complicações. É feito através da inserção de uma sonda na região do canal anal acima da hemorroida.
    Essa sonda aplica uma luz infravermelha que coagula o sangue dos vasos que estão ligados à hemorroida. A aplicação em sessões faz com que as hemorroidas diminuam de tamanho em algumas semanas.
  • Injeção ou escleroterapia: é um tipo de injeção aplicada com o intuito de diminuir as varizes, porém sua eficácia é questionada.
  • Cirurgia: casos mais graves de hemorroidas exigem intervenção cirúrgica. Existem três tipos de cirurgia que podem ser realizadas:

 

  1. Ligadura elástica: na cirurgia de ligadura elástica a base das veias inflamadas do canal anal é amarrada com elásticos.

Esse procedimento corta a circulação de sangue, e após alguns dias a hemorroida se desprende sozinha durante a evacuação.
É um procedimento recomendado para hemorroidas tipo 1, 2 ou 3.

  1. Hemorroidectomia:é uma cirurgia realizada para retirada das veias inflamadas e doloridas.

Esse procedimento é indicado para pessoas que não conseguiram curar a hemorroida através de outros tratamentos.
É realizado com anestesia peridural, para remoção do tecido ao redor da hemorroida.

  1. Técnica de Longo: ou dessarterialização hemorroidária trans anal.
    É um procedimento novo, que vem sendo aperfeiçoado nos últimos anos. Através de um pequeno ultrassom inserido no ânus, a identificação das veias inflamadas é feita.
    Após essa identificação, uma agulha é inserida para suturar e reduzir o fluxo de sangue que abastece a hemorroida.
    Com a diminuição da pressão e do fluxo de sangue sobre as veias inflamadas, as hemorroidas diminuem até sumirem.
    Essa técnica é recomendada, pois é minimamente invasiva e apresenta baixo ou nenhum risco pós-operatório.

 

Como prevenir hemorroidas?

Como bem dizem os mais velhos, a prevenção é o melhor remédio, e com hemorroidas não seria diferente.

Para prevenir hemorroidas o ideal é investir em uma dieta rica em fibras, com verduras, legumes e frutas. Além disso, beber bastante líquido ajuda no transporte do bolo fecal, diminuindo o atrito e a dureza das fezes.

Vá sempre ao banheiro, sempre que sentir vontade. Quanto mais o bolo fecal permanece no intestino grosso, mais água ele perde. Assim, para fazer a evacuação desse bolo fecal será necessário mais esforço, o que pode causar hemorroidas.

Não permaneça muito tempo sentado, faça alongamentos e pequenas caminhadas, além de praticar exercícios físicos. Todas as atividades que melhorem sua circulação sanguínea são benéficas na prevenção do desenvolvimento de hemorroidas.

Lembre-se: mesmo hemorroidas que sofreram intervenção cirúrgica podem voltar a se desenvolver. Portanto, a prevenção nesses casos é mais importante.

Hemorroidas não tratadas podem romper e causar um caso grave de anemia por perda de sangue.

 

Remédio caseiro para hemorroidas

Existem alguns tipos de remédios naturais para tratar hemorroidas e abaixo eu vou listar alguns deles. Confira!

 

Banhos de assento: banho de assento é um remédio caseiro utilizado para tratar diversas condições, inclusive hemorroidas. Para fazer um banho de assento é necessária uma bacia grande, onde você caiba sentado.

Prepare uma água fria e sente na bacia, permanecendo nela por, no mínimo, 10 minutos. Mantenha o resto do corpo aquecido.

 

Chá de calêndula: a calêndula é conhecida principalmente por suas propriedades curativas de ferimentos e queimaduras. Tem função antibactericida, calmante, antisséptica, cicatrizante e anti-inflamatória.

Para tratar hemorroidas com calêndula, é só preparar um chá de calêndula e usá-lo no banho de assento. Coloque 1 colher de sopa para cada 200ml de água fervente, e deixe em infusão por pelo menos cinco minutos.

O chá deve estar totalmente frio antes de ser utilizado para o banho de assento.

 

Folhas de amora: outra forma de tratar as hemorroidas é fazendo compressas com folhas de amora. Para preparar a compressa utilize 50 gramas de folhas de amora, para cada 50ml de água fervente. Cozinhe por 30 segundos.

Após esse tempo, separe as folhas do chá e reserve. Após frio, prepare as compressas em um pano limpo, colocando as folhas de amora nesse pano.

Essas compressas devem ser aplicadas nas hemorroidas doloridas por até 20 minutos.

 

Mirtilos: são frutinhas que beneficiam o coração e a circulação sanguínea. Se você desenvolveu ou pretende prevenir as hemorroidas, comer mirtilos é uma ótima pedida!

Outros problemas que podem ser amenizados com o consumo regular de mirtilo são varizes e cólicas.

 

Cavalinha: outra erva recomendada para o tratamento de hemorroidas é a cavalinha. Use 5 gramas da planta a cada 100ml de água fervente e deixe em infusão por 5 minutos.

A cavalinha possui propriedades anti-inflamatórias, sendo recomendado lavar a região afetada com a infusão de cavalinha para alívio dos desconfortos.

 

Sementes de linhaça: mais um remédio caseiro e natural para tratar e prevenir hemorroidas. Atuam melhorando o material do bolo fecal, tornando-o mais macio e fácil de ser expelido.

Consuma pelo menos duas colheres de sementes de linhaça por dia, para usufruir de seus benefícios. Lembrando que é importante associar o consumo de linhaça a boa quantidade de ingestão de líquidos, para evitar constipações.

 

Psyllium: essa fibra que tem nome científico Plantagopsyllium, tem origem no Oriente Médio. Sua atuação é direta na estabilização do intestino, através do contato com a água ingerida. Assim como as demais fibras, proporciona uma evacuação mais fácil.

 

Cassis: também conhecido como groselha negra. É um remédio caseiro natural indicado para melhorar a circulação sanguínea, e recomendado no tratamento das hemorroidas.

Atua diretamente na melhoria da circulação nos vasos capilares. Consumir o extrato de cassis não só trata as hemorroidas, como também alivia varizes e dores nas pernas.

É possível encontrar cápsulas de óleo de cassis em casas de remédios e produtos naturais.

 

Cipreste: mais um remédio natural para o tratamento das hemorroidas. O cipreste do mediterrâneo ou cipreste italiano, como também é conhecido, é fonte de polifenóis e flavonóides. São substâncias altamente anti-inflamatórias e vasoconstritoras.

O cipreste é recomendado não só para o tratamento de hemorroidas, como também para o tratamento de varizes.

 

Argila verde: compressas de argila verde também são recomendadas para o tratamento das hemorroidas. Misture a argila verde com água mineral fria até que adquira uma consistência cremosa.

Com o auxílio de uma gaze ou pano limpo, prepare compressas para aplicar na região afetada. O tempo de aplicação das compressas varia, mas geralmente 15 minutos é suficiente.

 

>Leia também o artigo sobre o livro de Saude Natural mais vendido do Brasil – A Saúde Brota da Natureza do professor Jaime Bruning.

 

Agora você já sabe como prevenir e tratar as hemorroidas

No artigo de hoje, você aprendeu muito mais sobre as hemorroidas. Além de descobrir quais são as principais causas, você descobriu também como preveni-las e tratá-las.

De qualquer forma, se você tiver a suspeita de que está passando por isso, é sempre muito importante conversar com o seu médico.

Os tratamentos caseiros podem sim ser usados. No entanto, é o seu médico que vai saber identificar se será necessário algum outro tipo de tratamento.

Para continuar recebendo mais artigos informativos como este. Não se esqueça de assinar minha newsletter. Assim, você recebe um e-mail sempre que eu postar um artigo novo aqui no site.

5 (100%) 3 votes

Comente: