facebook_pixel

Probióticos: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

PROBIÓTICOS

Probióticos são bactérias do bem, essenciais para manter o equilíbrio do nosso organismo. São agentes que garantem a boa saúde principalmente do nosso sistema digestivo e intestinal.

Quando tomamos antibióticos ou mantemos uma alimentação inadequada, é fácil para as bactérias ruins se proliferarem. Ao se multiplicarem, essas bactérias prejudicam o sistema imunológico e deixam o corpo propenso a desenvolver doenças.

Neste artigo vou falar um pouco mais sobre o que são probióticos, onde encontrar e seus benefícios. Além disso, disponibilizarei uma lista dos principais alimentos fonte de probióticos.

A deficiência de probióticos pode ser altamente prejudicial para o organismo. Por isso, leia o artigo até o final e descubra como aproveitar todos os benefícios desse produto natural!

 

O que são probióticos?

Probióticos são, basicamente, o contrário de antibióticos. Sim, antibióticos são importantes e necessários, porém, medicamentos de abordagem drástica.

Os antibióticos são usados para combater doenças causadas por bactérias, mas acabam afetando toda a biota do nosso organismo.

Por isso, quando fazemos um longo tratamento com antibióticos é importante repor nossa população de bactérias boas, através dos probióticos.

Os probióticos são organismos vivos, que agem diretamente equilibrando nossa biota intestinal, quando ingerimos uma determinada concentração deles.

Eles são colônias de bactérias, onde duas das mais conhecidas são: bifidobacterium e as lactobacillus.

 

Para que servem os probióticos?

PROBIOTICOS NO MICROSCOPIO

Os probióticos fazem parte da flora intestinal, agindo principalmente no auxílio da absorção de nutrientes e fortalecimento do sistema imunológico.

São parte essencial do processo digestivo, mas seus benefícios podem ser percebidos por todo o corpo.

O primeiro contato de um ser humano com os probióticos é no momento do nascimento. Se o parto for normal, o bebê entra em contato com as bactérias benéficas presentes na vagina da mãe. A partir de então seu próprio corpo passa a sintetizar e produzir probióticos.

 

Probióticos e prebióticos: qual a diferença?

Apesar da semelhança no nome, os probióticos e prebióticos são bem diferentes. Ambos são benéficos para a saúde e bem-estar, mas cada qual a sua maneira.

Os prebióticos são fibras e carboidratos hidrossolúveis presentes em determinados alimentos, que não são processados rapidamente pelo organismo. Ou seja, são alimentos resistentes a ação das enzimas digestivas.

Apesar de diferentes, os prebióticos e probióticos têm funções complementares no organismo. Enquanto os probióticos são as bactérias benéficas, equilibram o organismo, os prebióticos agem estimulando o crescimento e atividade dessas bactérias.

 

Benefícios dos probióticos

Corpo Feliz no com o Probiótico

Dentre os benefícios dos probióticos podemos destacar:

  • Prevenir e combater doenças como candidíase, infecção urinária e hemorroidas
  • Melhorar o processo digestivo
  • Promover melhor absorção de nutrientes pelo organismo
  • Proporcionar crescimento na produção de macrófagos, células que trabalham na defesa do organismo
  • Prevenir e combater doenças alimentares
  • Melhorar a pele
  • Prevenir e combater doenças relativas ao trato intestinal, como síndrome do intestino irritável ou doença de Crohn
  • Atuar na produção de enzimas que combatem bactérias ruins
  • Estimular a absorção e fixação de diversos minerais
  • Atuar fortalecendo o sistema imunológico
  • Diminuição da intolerância a lactose
  • Equilibrar a flora intestinal

Para que os probióticos conservem suas propriedades, eles devem ser mantidos sob refrigeração.

Após a ingestão, esses microrganismos passam a interagir com a flora intestinal e nos proporcionar seus benefícios.

 

Probióticos como suplementos

Quando o organismo está muito debilitado e a quantidade de probióticos presente nos alimentos não é suficiente, suplementação é a saída.

Os suplementos de probióticos podem ser encontrados em formato de sachês, líquidos ou cápsulas. Geralmente são diluídos em alguma bebida, como água ou sucos naturais, para melhor absorção.

São muitos os tipos de suplementos existentes, com uma grande variedade de combinação de probióticos, cada um com sua função. Os principais probióticos utilizados são:

  • Bifidobacteriaanimalis: atua no sistema imunológico, ajuda na digestão e combate bactérias provindas de comidas contaminadas.
  • Bifidobacteriabifidum: atua na digestão de laticínios.
  • Bifidobacteria breve: combate infecções fúngicas e por bactérias.
  • Bifidobacterialongum: um dos probióticos mais comuns, atua na eliminação de toxinas do organismo.
  • Lactobacillusacidophilus: um probiótico importante, pois ajuda na digestão e absorção de nutrientes. Também são probióticos ativos na flora vaginal, combatendo infecções.
  • Lactobacillusreuteri: atua no combate a infecção pro H. pylori, na região da boca, estômago e intestino delgado.
  • Lactobacillusrhamnosus: em ocasiões de desequilíbrio intestinal e diarreia, esses probióticos ajudam a reestabelecer o equilíbrio natural.
  • Lactobacillusfermentum: neutralizam toxinas que são liberadas durante o processo digestivo, favorecendo o desenvolvimento da flora intestinal.

 

A variedade e quantidade de probióticos presentes em casa cápsula ou sachê de suplemento determina a qualidade do mesmo. Quanto melhor o suplemento probiótico, mais rápida a recuperação da biota intestinal.

Como o sistema digestivo pode ser um ambiente hostil para os probióticos, é recomendado que sejam ingeridos junto às refeições. Assim, os alimentos ajudarão as bactérias a sobreviver ao processo digestivo e chegar ao trato intestinal.

Sobretudo, é preciso ter em mente que o consumo de suplementos probióticos deve ser acompanhado de uma dieta equilibrada. Uma dieta rica em fibras favorece o crescimento e sobrevivência dos probióticos.

 

Exemplos de alimentos fonte de probióticos

Veja abaixo alguns dos principais alimentos que são fontes de probióticos:

 

Kefir de leite ou água

O kefir é uma bebida fermentada e possui até 34 tipos de probióticos em sua composição. Tem um sabor forte e adocicado, como um iogurte integral.

Geralmente é comparado a um iogurte, por ser fermentado com leveduras e bactérias. Apesar das semelhanças, o kefir possui uma maior quantidade de probióticos do que os iogurtes tradicionais.

O kefir é um alimento bastante versátil, que você pode cultivar em casa de forma simples. Além disso, é possível produzir iogurtes, queijos, leite fermentado, sorvetes e acrescentá-lo a diversas receitas.

 

Chucrute

Pode ser preparado a partir de diversos tipos de vegetais, mas o chucrute tradicional é feito a partir de repolho branco. O chucrute possui probióticos e ácidos orgânicos que atuam no organismo prevenindo doenças.

Os componentes probióticos fazem com que o chucrute adquira um sabor azedo e propriedades como melhorar a digestão.

 

Vinagre de Maçã

vinagre-de-maca

Comumente utilizado como tempero, o vinagre de maçã é uma ótima fonte de probióticos.

Seu consumo ajuda a controlar a pressão arterial e doenças como o colesterol e diabetes. Estudos indicam que o consumo de vinagre de maçã pode até mesmo ser associado a perda de peso.

 

Kombucha

Kombucha

Kombucha é uma bebida feita a partir da fermentação do chá preto ou chá verde. Com um processo semelhante ao do kefir, a kombucha é preparada a partir de um aglomerado de bactérias e leveduras. Esse aglomerado é chamado de biofilme ou zoogleia.

Esse aglomerado, quando colocado em conserva numa mistura de chá preto com açúcar, origina uma bebida fermentada rica em probióticos.

 

Kimchi

Kimchi ou kimchee, é um preparado de condimentos típico da Coréia, que é consumido pelos coreanos em qualquer refeição. A preparação pode incluir pasta de pimenta vermelha, camarão salgado ou até mesmo pó de algas.

Por conter ervas e especiarias como a pimenta, o kimchi pode agir como termogênico, além de um ótimo probiótico.

Por ser também um termogênico, esse preparado pode atuar como auxiliar no processo de emagrecimento.

 

Azeitonas Verdes

O processo de conserva pelo qual as azeitonas são submetidas promove uma fermentação natural. Assim, as azeitonas verdes são mais um tipo de alimento fonte de probióticos que você pode incluir na sua dieta.

 

Fatores que atrapalham ou impedem a atuação dos probióticos

Quando o organismo está debilitado ou foi submetido a algum tratamento com antibióticos, é preciso repor os probióticos. Porém, outros fatores podem contribuir para deficiência de probióticos no organismo.

Os principais fatores que atrapalham ou impedem seu organismo de absorver os benefícios dos probióticos são:

  • Uso prolongado de antibióticos
  • Consumo de açúcar
  • Consumo de água não filtrada ou não mineral
  • Ocorrência de estresse emocional
  • Procedimentos químicos

Evitar o consumo e exposição a esses fatores é essencial para garantir que os probióticos atuem no organismo.

 

Agora você já sabe tudo sobre os probióticos!

Neste artigo você conheceu mais sobre como os probióticos atuam no seu organismo e podem melhorar sua saúde.

Que tal começar a implementar hoje mesmo uma nova dieta com base em probióticos? Como você viu, eles são muito importantes e podem ser uma ótima forma de prevenir diversas doenças.

E se você gostou desse artigo, assine nossa newsletter. Assim, sempre que um novo artigo for postado aqui no blog, você fica sabendo no seu e-mail. Dessa forma, fica ainda mais fácil cuidar da sua saúde!

5 (100%) 1 vote

Comente: